O Graal .:. MG

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Carta De Sarah Riflotyer

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Carta De Sarah Riflotyer em Seg Nov 05, 2012 2:17 pm

Laura Scaldaferri

avatar
Ministro
Ministro
Olá meus amiguinhos,
 
gostaria de poder explicar para vocês o que aconteceu comigo nos últimos dois anos, mas a verdade é que não me lembro de nada. Bom... irei contar para vocês um pouco sobre mim!

Meu pai se chamava Kohenry e era um navegador que transportava viajantes mundo a fora, em umas de suas viagens a Aoi Umi ele conheceu minha mãe, Latyria, uma jovem sacerdotiza do feudo de Miura.

A família de minha mãe não aceitou o relacionamendo, mas já era tarde, minha mãe estava gravida de meu irmão mais velho Kyore, e assim eles fugiram para o feudo de Shu. Os anos se passaram e minha família se mudou varias vezes. Meus pais tiveram 2 filhos homens, Kyore e Matrye, e eu fui a mais nova que nasceu em uma pequena vila no litoral de Ashigatake, chamada Heridye, como eu ainda era muito pequena meus pais resolveram instalar moradia por lá mesmo.

Meus irmão já mais velhos começaram a trabalhar e se mudaram. Kyore casou-se com uma linda ferreira chamada Reirym e mudou-se para o Oeste, enquanto Matrye foi para o Templo do Mestre Miagi. Com as mudanças de nossa familia e com a idade de meu pai já chegando, mamãe voltou a realizar seu trabalho como sacerdotiza e me ensinou grande parte do que sei sobre magias de cura. Algumas outras técnicas eu aprendi com estudos avulsos em casa na grande biblioteca da vovó, que nos foi entregue após o suposto suicidio do Vovô em Aoi Umi.

A última recordação que tenho de meus pais é quando eu tinha três anos e mamãe, trabalhando em uma purificação, me pediu para colher maças na região de Kasurya, onde há o abastecimento de frutas da vila. Lá eu brincava com meu coelhinho que papai havia me dado de presente de aniversario fazia alguns meses, até que deixei-o em baixo de uma arvore para melhor colher as maçãs, quando voltei meu coelhinho estava nos braços de um senhor.

Eu estendi meus braços para pegar meu coelhinho e gentilmente o senhor me entregou-o. Em seguida olhei para os olhos de meu bichinho e eles pareciam flamejantes, tive medo e minha cabeça começou a rodar. Acordei em uma casa de madeira deitada em uma grande cama coberta com veludo vermelho, ao meu lado estava meu coelho e a lança de minha mãe. Levantei, e o senhor que havia encontrado estava sentado em uma poltrona a me fitar.
Perguntei onde estava? Quem era ele? E o que queria... mas ele nada respondia!
O senhor se levantou e colocou a mão sobre minha cabeça, me senti sonolenta e apaguei...
Não me lembro de mais nada após isso! E dai em diante já não vi mais meus pais...

Quando acordei nos braços do senhor Faelon, senti confiança e me parecia já conhece-lo de algum lugar. Ele me contou um pouco sobre o ocorrido e juro-lhes que não lembro de nada! Peço humildes desculpas a todos vocês, meus amiguinhos, que eu tenha feito mal por algum momento!
Espero que entendam que eu não estava em plena consciencia do que fazia.
Contem com minha ajuda... caso a desejem!
Obrigada pela compreensão
Pequena Sarah Riflotyer albino

2 Re: Carta De Sarah Riflotyer em Ter Nov 06, 2012 5:48 am

Bb (Riza)

avatar
Membro
Membro
Aquele momento em que uma criança de 4 anos além de saber ler e escrever, escreve uma carta quase formal para todos o.o'

3 Re: Carta De Sarah Riflotyer em Ter Nov 06, 2012 5:47 pm

Faelon

avatar
Membro
Membro
5 aninhos! x)

http://graal.forumeiros.net

4 Re: Carta De Sarah Riflotyer em Qui Nov 15, 2012 10:01 am

Laura Scaldaferri

avatar
Ministro
Ministro
Fui bem educada
prodigio!!!u.u

Sarah albino

5 Re: Carta De Sarah Riflotyer em Qua Nov 21, 2012 3:23 pm

Faelon

avatar
Membro
Membro
Gracinha! =]

http://graal.forumeiros.net

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum